26/10/2008
















A República do Burundi, ex-Ruanda-Urundi

é um país africano marcado por guerras étnicas. No entanto, no século XVI o país vivia em paz sob o reinado da tribo tutsi, de forma organizada. A partir de 1885, na Conferência de Berlim, os países europeus passaram a disputar entre si o domínio do continente africano. Quando os primeiros alemães chegaram ao país em 1890, os tutsi e hutus ainda conviviam harmonicamente. Os alemães no entanto, passaram a privilegiar a tribo dos tutsi, permitindo-lhes o acesso à escola, às Forças Armadas e que ocupassem cargos na administração do Estado, em detrimento dos hutus. Após a derrota da Alemanha na II Guerra Mundial, a Bélgica passa a ocupar o território e Burundi é unificada com Ruanda. Em 1946 a tutela passa para a ONU e em 1962, Burundi torna-se independente mas os conflitos étnicos continuam, ocosionando guerras intertribais com milhares de mortos. É considerado um dos dez países mais pobres do mundo, com um índice de analfabetismo próximo a 65%. A população vive do cultivo do chá e do café. Faz fronteira com Ruanda, Congo e Tanzânia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário