19/01/2017

Busca



 
inútil d(escrever) (te)
esboçar traços ou linhas posso
até dar(te) uma roupagem
vestir de pétalas de rosas
aromatizar(te) com
os mais finos perfumes
invocar os pássaros para
entoar uma canção
 
- queres uma canção matinal? ou
preferes uma crepuscular?
 
dizem que as palavras têm
um suprapoder
sonhemos, então...
mas sem tirar a roupa
 
faz tanto frio aqui
dentro...
e as palavras quando nuas
ficam foscas toscas na forma
quase rasas se desmancham
flutuam no ar penetram
nos poros do infinito 
 
 
no raso das águas
rasgo meus olhos
para (te) ver
PALAVRA

Um comentário:

  1. Amo las palabras, las amo por separado, juntas, rimando, en prosa...

    Es cierto el poder de las palabras,Cirandeira, pueden consolar, emocionar, pero también herir.

    Muy sugerente esas palabras desnudas, un poco perdidas en el abismo.

    Precioso.

    Un beso,

    ResponderExcluir