15/04/2014

Quase tudo é sem sentido.

Alberto Buri
 
 
Mas de repente algo incrível surge como
uma nuvem incandescente no céu
 
e devora tudo.
Então todas as coisas se transformam
e você também se transforma
e aquilo que você ainda há pouco imaginava ter um valor enorme
não tem mais valor nenhum para você.
Então você se afasta das cinzas de tudo
e se transforma você mesmo em cinzas.
 
 
 
Pär Lagerkvist, escritor sueco, Nobel de Literatura em 1951
(1891-1974)

Um comentário:

  1. GRANDIOSO!!!! GRACIAS.
    UN ABRAZO

    http://enancasdelarazon.blogspot.com/

    ResponderExcluir