01/05/2011

Ernesto Sábato

Auto-retrato



Um bom escritor expressa grandes coisas com pequenas palavras; inversamente o mal escritor, diz coisas insignificantes com palavras grandiosas.

Ser original é de certo modo expor a mediocridade dos demais.

Um criador é um homem que encontra em algo "perfeitamente" conhecido aspectos desconhecidos. Mas, é sobretudo, um exagerado.

O artista deve ser uma mescla de criança, homem e mulher.

A vida é tão curta e o ofício de viver tão difícil, que quando alguém começa a aprendê-lo, já tem que morrer.



O romancista, ensaísta e artista plástico Ernesto Sábato nasceu em Buenos Aires em 1911 e faleceu no dia 30 de abril de 2011, dois meses antes de completar 100 anos! Deixa-nos uma vasta obra de excelente qualidade da qual podemos citar "Sobre heróis e tumbas" (considerado o melhor romance argentino do século XX), "O escritor e seus fantasmas", "O túnel", "Nós e o universo". Foi ganhador do Prêmio Cervantes de Literatura, em 1984.

3 comentários:

  1. Uma má notícia, mas um post excelente. A vida é feita de paradoxos, não é, Ci?

    Beijo :)

    ResponderExcluir